ATUAÇÃO FONOAUDIOLÓGICA NA SÍNDROME DA APNEIA E HIPOPNEIA OBSTRUTIVA DO SONO: RELATO DE CASO

RESUMO
Objetivo: verificar a contribuição da Fonoaudiologia no tratamento de uma paciente com a síndrome
da apnéia e hipopnéia obstrutiva do sono. Métodos: relato de caso de um paciente do sexo feminino,
de sessenta anos de idade, com a síndrome da apnéia e hipopnéia do sono, de grau grave, que se
submeteu ao atendimento fonoaudiológico para melhora do quadro de apnéia/hipopnéia, ronco e
cansaço diurno. Foram realizadas avaliação clínica de motricidade orofacial e polissonografi a antes
e após a fonoterapia. Com base na avaliação clínica foi elaborado um plano terapêutico que buscou
propiciar à paciente relaxamento cervical e da musculatura supra-hióidea, melhora na aeração nasal,
adequação do posicionamento e força de língua, fortalecimento dos músculos do palato mole e sua
mobilidade, aumento de força da musculatura mastigatória, treino da mastigação bilateral alternada e
abaixamento do osso hióide. Resultados: após 12 sessões de terapia fonoaudiológica, com duração
de 40 minutos cada, pôde-se observar diminuição da tensão cervical, relaxamento da musculatura
supra-hióidea, adequação do posicionamento do osso hióide, língua normotensa com dorso rebaixado,
palato mole com mobilidade normal e mastigação adequada. A paciente relatou importante
melhora no cansaço diurno. O resultado da segunda polissonografi a indicou diminuição de 44 para 3
eventos por hora de apnéia e hipopnéia durante o sono, tendo o quadro passado do nível grave a um
índice de distúrbio respiratório baixo não mais caracterizando doença apnéica do sono. Conclusão:
a fonoterapia foi efi caz para o tratamento deste caso de síndrome da apnéia e hipopnéia do sono.