Efetividade dos Aparelhos de Avanço Mandibular para o Tratamento do Ronco e da SAHOS Revisão Sistemática

Introdução: o ronco é produzido pela vibração do palato mole e/ou outros tecidos bucofaríngeos,
durante a passagem do ar, na função respiratória. A SAHOS é definida como o
fechamento de 30%, no mínimo, da via aérea nasal/bucal por 10 segundos ou mais, apesar de
existir esforço ventilatório, acompanhado de dessaturação da oxi-hemoglobina de 4% ou mais.
Objetivo: avaliar a evidência científica disponível sobre a utilização de aparelhos intrabucais
de avanço mandibular no tratamento do ronco e da SAHOS. Métodos: uma estratégia de
busca eletrônica utilizando palavras-chaves e critérios predefinidos foi realizada incluindo trabalhos
publicados até outubro de 2008. Foi também utilizada a avaliação qualitativa da metodologia
dos artigos. Resultados: embora um significativo número de estudos tenha analisado
o assunto, apenas 7 artigos apresentaram qualidade metodológica para serem incluídos nesta
revisão sistemática. Conclusões: os aparelhos intrabucais de avanço mandibular estão amplamente
indicados para o tratamento do ronco e da SAHOS como terapia principal, ou alternativa
naqueles pacientes que não podem suportar a terapia da pressão positiva das vias aéreas.