Privação de sono e sua relevância sobre o metabolismo glicídico

RESUMO
Considera-se importante marcador biológico o ritmo circadiano associado às características do estilo de vida e saúde. A privação de sono relaciona-se com alterações no metabolismo glicídico, possibilitando o desenvolvimento de patologias de ordem crônica, especialmente diabetes mellitus II. O objetivo do presente estudo foi identificar a relevância e consequências da deficiência de sono sobre o metabolismo glicídico. Para tal, utilizaram-se trabalhos publicados entre os anos 1990 e 2013 para compor a revisão, indexados nas bases de dados Medline, Lilacs e
Scielo. Várias são as alterações evidenciadas no metabolismo glicídico decorrentes da privação de sono, que culminam no desenvolvimento de diabetes mellitus II. Verifica-se a necessidade de conscientização da população em relação à importância do período do sono com a finalidade e evitar a ocorrência de desequilíbrios metabólicos que envolvem o desenvolvimento de patologias, tais como a diabetes mellitus II, e, dessa forma, salvaguardar a saúde do organismo como um todo.

Lígia Aurélio Bezerra Maranhão Mendonça, Karla Rejane de Andrade Porto, José Carlos Souza.